Amor altruísta

Bem que dizem que a gente só dá valor quando perde… Não sei se eu não te dava valor ou se eu tinha tanta segurança em ter você que parei de me preocupar com coisas tão básicas de um relacionamento.
Nosso amor virou rotineiro, nossa vida uma bagunça, mas você ainda era meu porto seguro onde eu descansava todos finais de semana e minha vida ficava mais leve.
Às vezes eu queria ser durona, fingir que não ligo por estar longe de você, mas era mentira eu só queria te deixar viver um pouco longe desse caos que minha vida tinha se tornado.
Eu sei é duro não se sentir amado, bonito, sexy, desejado. Mas imagine o quanto é duro não amar, desejar ou sentir qualquer coisa por nada, nem por sua própria vida. Imagine o quanto dói não enchergar prazer em nada e muito menos não se enchergar digna de um amor.
Só que eu fui fraca e mesmo não sentindo quis te manter por perto, apostei na gente, me apeguei como nunca havia apegado a ninguém.
É difícil namorar uma garota doente, você sabe muito bem como é. Você sabe muito bem como é amar e não sentir se amado. SÓ QUE EU NÃO TIVE CULPA! Eu queria tanto expressar tudo o que sentia por você, mas eu não conseguia e isso doia. Todas as vezes que você não se sentia amado doia muito em mim, minha motivação era te ter comigo, era os meus finais de semana.
Só que a doença vem de vez, mas pra sair ela demora e trás inseguranças enormes. Você não foi capaz de separar esse período da pessoa que eu era antes da dela chegar… Mas eu não posso te julgar, até eu antes de passar por isso não entendia como essas coisas funcionavam.
Só que eu sempre te amei, te achei bonito, sexy e o desejei. Eu só não conseguia deixar isso sair de mim. Só agora eu vejo o quanto eu sempre senti tudo isso, só agora que eu não posso demonstrar mais…
Tantas coisas ao mesmo tempo, a faculdade começou a tomar meus finais de semana e tempo pra dormir, a gente se afastou cada vez mais e tudo perdeu o sentido para você.
Só que ao mesmo tempo ela me motivou a mudar meu estilo de vida, ser feliz e demonstrar, mas não deu mais tempo…
Será que é justo tudo isso? Será que é justo amar tanto uma pessoa e só conseguir se libertar das suas dificuldades pouco tempo antes de tudo acabar? Será que é justo ficar deprimida? Será que é justo amar sozinha?
Eu não entendo mais nada, eu só queria que tivesse sido de outra forma. Eu só queria não ter passado por tudo o que passei. Eu só queria que você tivesse me entendido…. Eu só queria te ter mais uma vez. Eu só queria mudar e fazer diferente.
Mas agora eu fico nesse impasse, nessa dor, nesse medo de passar por tudo denovo, nesse amor altruísta e nem te mandar esse texto eu posso…
Não faz mais diferença, nada fará diferença… Apesar de tudo não consigo deixar de te amar!

Mylena Ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s